Google Ads e Facebook/Instagram Ads: Qual deles é o melhor para anunciar seu negócio?

Google Ads e Facebook/Instagram Ads: Qual deles é o melhor para anunciar seu negócio?

  • Joice Reis
    Por
    Redatora
    Publicado em 13 de junho de 2019

Todos nós estamos acostumados com as formas de divulgação tradicionais do marketing offline como revistas, outdoors, comerciais de TV, etc.

No marketing digital também temos canais para divulgação bem parecidos, conhecidos como Ads (anúncios online), que podem possuir muitas semelhanças com a publicidade offline, mas também algumas peculiaridades que os tornam muito poderosos.

E hoje falaremos de duas plataformas de anúncios que geram bastante dúvidas na hora de decidir em qual apostar.

Lógico que você não precisa usar apenas uma delas.

Mas há casos em que o orçamento para marketing digital é limitado ao ponto de tornar inviável anunciar em duas plataformas, nesse caso, obviamente você terá que escolher apenas uma.

Mas ainda que você possa anunciar nas duas opções, também é importante que saiba como cada uma funciona.

Nesse artigo vamos te ajudar a entender a fundo as características de cada uma dessas plataformas pagas e no final você estará apto para escolher ou apenas priorizar a mais eficaz para o seu negócio.

Facebook e Instagram Ads

É a opção mais usada em termos de anúncios em redes sociais, mesmo que existam outros serviços, o Facebook e Instagram Ads ainda são considerados os canais de maior retorno pela sua grande capacidade de alcance, a plataforma segue com maior numero de usuários ativos ao mês.

Como funciona

Possibilita criar anúncios para serem exibidos dentro do Facebook ou Instagram que direcionem para a fanpage da sua empresa ou seu site oficial.

No seu anuncio você consegue determinar fatores como sexo, localização, idade e interesses além de outros fatores igualmente importantes.

O poder de segmentação no Facebook Ads é um de seus maiores trunfos. Pois a plataforma consegue identificar diversos fatores chave em seus usuários através de seus perfis, curtidas e postagens.

Imagens e vídeos também podem – e devem – ser usados nos anúncios, tornando-os mais amigáveis e chamativos nos feeds dos usuários.

Apesar de toda a versatilidade e facilidade, é importante ressaltar que, como qualquer outra plataforma, anunciar no Facebook exige certa prática até realmente conseguir atingir bons resultados. Mas fique tranquilo, não é nenhum “bicho de 7 cabeças”.

E caso não tenha um gestor ou agência para cuidar de suas campanhas no Facebook, você pode começar impulsionando suas postagens,  é a maneira mais rápida e fácil de anunciar na rede social.

Quem pode ser alcançado pelo Facebook Ads

Você se lembra dos fatores de segmentação citados no tópico anterior? Então, os anúncios são exibidos para pessoas com base no perfil que você determina.

Graças ao Facebook Ads um usuário pode ver seu anuncio mesmo que ele não tenha demonstrado efetivamente interesse ou pesquisado por algo relacionado, ou seja, você tem muito mais oportunidade de alcançar pessoas no estágio de descobertas. Exatamente por isso, seu anúncio precisa ser muito atrativo, com belas imagens ou vídeo e textos muito bem planejados.

Google Ads

O Google Ads é a plataforma de anúncios online do Google. Lançado em 2000 – e com o nome de Adwords – tornou-se nos últimos anos, a ferramenta sinônimo de “paid search”, ou “busca paga”.

Grande parte do sucesso da plataforma pode ser creditado ao seu gigante alcance que abrange todo usuário que pesquisa por alguma informação na rede de pesquisa, navega em sites ou utiliza aplicativos no smartphone.

Ou seja, praticamente todos que usam a internet.

Como funciona

Através do Google ads, é possível exibir anúncios em toda a rede do Google que incluem resultados de pesquisa, sites parceiros, Youtube, Google Shopping e até aplicativos para smartphones.

Rede de Pesquisa:
Anúncios de texto exibidos em páginas de resultados de pesquisas festas no Google.

Rede display:
Anúncios gráficos estáticos ou de vídeo exibidos em banners dentro de portais de noticia, sites e blogs de parceiros do Google.

Youtube:
Anúncios de vídeo exibidos antes, durante ou após algum vídeo no Youtube.

Google Shopping:
Anúncio restrito para e-commerces, são exibidos em páginas de resultados de pesquisas feitas no Google.

Aplicativos Móveis:
Anúncios exibidos em aplicativos e jogos para dispositivos móveis.

Quem pode ser alcançado pelo Google Ads

Os anúncios do Google Ads são exibidos para usuários que pesquisam pelas mesmas palavras-chave escolhidas para a campanha.

Isso gera um aumento considerável nas taxas de conversão e também nas vendas, se comparado com o Facebook Ads. E o motivo é muito simples: Os anúncios do Google Ads são exibidos somente para usuários que estão pesquisando naquele momento pelo seu produto ou serviço. Ou seja: pessoas que estão no estágio de decisão, prontas para comprar.

Lógico que isso é bom, mas existe um “porém”: Se o usuário não pesquisar pelo seu produto ou serviço, ele jamais verá seu anúncio.

Há pessoas que ainda não conhecem a solução que você oferece, ou não sabem que têm um problema ou oportunidade à frente.

Elas ainda estão no estágio da descoberta e precisam ser atraídas para a jornada de compra e guiadas até o momento da decisão. Só então os anúncios no Google Ads poderão ser realmente úteis.

Google Ads e Facebook/Instagram Ads: Qual é o mais indicado?

Se seu negócio está começando e você tem interesse em criar um relacionamento com o público, divulgar seu negócio e consolidar sua marca, o Facebook Ads é mais indicado.

Nele você poderá criar sua fanpage e ir construindo sua audiência, e nos anúncios, redirecioná-los para seguir sua marca, acessar seu site ou um artigo em seu blog corporativo.

Agora caso você precise de um up direto nas vendas, o mais aconselhado pode ser o Google Ads, justamente pela sua maior taxa de conversão.

O usuário que faz uma pesquisa no Google pelo seu produto ou serviço, já está no seu estágio de consideração ou decisão, ou seja, mais propício a se tornar um cliente.

Não veja o Google Ads e o Facebook Ads como dois concorrentes.

As duas ferramentas podem – e devem – ser usadas em conjunto. Como suprem necessidades específicas, usar os dois juntos quase sempre é uma ótima opção, e fará com que sua estratégia de marketing digital seja completa.

Como foi dito no início: Há casos em que o orçamento para marketing é limitado, tornando inviável o uso das duas plataformas de anúncio, nesse caso você terá que experimentar as duas e ir mensurando os resultados para saber em qual apostar.

Deixe seu comentário

Veja Também

Quais os 5 tipos de anúncio do Google Ads e como escolher o melhor para divulgar seu negócio
Quais os 5 tipos de anúncio do Google Ads e como escolher o melhor para divulgar seu negócio

Conheça cada um dos formatos de anúncio permitidos no Google Ads e quando utilizar cada um deles, afim de trazer sempre ótimos retornos para seu investimento.

Aprenda a impulsionar suas publicações no Facebook de maneira eficiente
Aprenda a impulsionar suas publicações no Facebook de maneira eficiente

O impulsionamento no Facebook é a maneira mais fácil de criar seu anúncio na rede social. Permitindo que seja exibido uma publicação para um público à sua escolha

Como criar um site ou blog de graça para sua empresa
Como criar um site ou blog de graça para sua empresa

Orçamento enxuto para marketing é uma realidade comum em diversos negócios. Pensando nisso, separamos algumas das melhores plataformas gratuitas para que você já comece a criar um para sua empresa

Não perca mais nenhum post

Cadastre-se para receber atualizações, artigos e dicas incríveis para o seu negócio diretamente em seu email