Marketing de Conteúdo: Como implementá-lo passo a passo em um pequeno negócio

Marketing de Conteúdo: Como implementá-lo passo a passo em um pequeno negócio

  • Henrique Aranha
    Por
    Diretor de Conteúdo
    Publicado em 5 de setembro de 2019

Investir em marketing muitas vezes pode parecer uma tarefa que exige mais do que sua empresa consegue pagar: Departamento de marketing interno ou contratação de uma agência, investimento alto em anúncios pagos nas redes sociais e no Google, TV, revistas, pesquisas de mercado, etc.

É tanta coisa para aprender – e pagar – que pode deixá-lo desanimado.

Mas ainda assim existem estratégias de marketing, como o próprio marketing de conteúdo, que são altamente eficientes e de baixo custo, capazes de trazer resultados bem satisfatórios.

E quando dizemos “satisfatórios”, não nos referimos apenas à meia dúzia de curtidas ou seguidores nas redes sociais, mas sim em fortalecimento orgânico para sua marca e aumento nas suas vendas.

Sim, aumento nas suas vendas, e isso é totalmente possível através de uma boa estratégia de marketing de conteúdo.

Se você ainda não é familiarizado com esse termo, não se assuste, o conceito e a prática são mais simples do que você imagina. Continue conosco e entenda.

O que você precisa saber (sem enrolação) sobre marketing de conteúdo

Marketing de conteúdo é uma metodologia de marketing que busca atrair seus clientes espontaneamente, através de conteúdo relevante, que ajude, entretenha ou informe seu público.

Ao invés de utilizar as já conhecidas – e controversas – publicidades e propagandas interruptivas, o marketing de conteúdo foca em atrair e engajar uma audiência fiel, trabalhando para que sua marca se torne realmente uma referência no mercado, e não apenas mais uma empresa tentando se promover.

Como aplicá-lo em seu negócio

Vamos supor que você seja um nutricionista esportivo e precise divulgar seu consultório para conquistar mais clientes.

Ao invés de sair compartilhando fotos de suas instalações ou soltando promoções e ofertas relâmpago, você iria criar um blog para sua marca – que por sinal, pode ser feito de graça – e um canal no Youtube.

Um artigo no blog e um vídeo no canal por semana, sempre abordando assuntos pertinentes ao que seu público se interessa, como dietas, suplementação e treino para ganho de massa muscular.

Uma vez que o conteúdo é postado (quer seja um artigo no blog ou vídeo no Youtube), ele passa a gerar tráfego durante o resto do mês, ano, ou mais, sem nenhum custo adicional.

E se o conteúdo for realmente bem feito, pode contar com seu próprio público compartilhando espontaneamente, ou seja, mais publicidade grátis.

Algo bem diferente da publicidade tradicional, onde no momento em que você deixa de pagar, seu alcance cai imediatamente, sem deixar nenhum vestígio de resultado orgânico.

Como e o que publicar

No exemplo anterior, os canais abordados foram blog e Youtube, mas logicamente que marketing de conteúdo não se resume apenas a eles.

Outros canais, como o Facebook e Instagram, por exemplo, também são ótimos para publicação de conteúdo relevante.

Sua empresa pode ter apenas um blog, uma fanpage no Facebook e um perfil no Instagram, sem o Youtube. Um “arsenal” bem popular em pequenos negócios.

Só não se esqueça que o mais importante é você entender muito bem as dores e anseios de seus potenciais clientes, para que tudo que for gerado em sua estratégia de marketing de conteúdo vá de encontro ao que eles estão precisando.

Frequência

Não existe receita de bolo e nem fórmula mágica nessa estratégia. Mas é claro que a periodicidade é primordial para se atingir relevância com sua audiência e nos algoritmos de pesquisa.

E para lhe ajudar a se situar nesse novo cenário, abaixo vai uma base de frequência indicada para pequenos negócios.

Artigos no blog: 1 semanal

Posts no Facebook, Instagram ou Linkedin: 1 diário

Vídeos no Youtube: 1 ou 2 mensais

Quem deve gerar o conteúdo

Existem agências de marketing digital especializadas na produção de conteúdo de alta performance para a web, além de profissionais freelancers bem capacitados para isso. Tudo vai depender de quanto você tem para investir, quer seja em recursos financeiros ou em tempo.

Caso a verba esteja muito limitada, você mesmo pode gerar seu conteúdo, ou contratar uma agência apenas para gerenciar as redes sociais enquanto você criar os artigos do seu blog.

Contratando uma agência, é importante saber se a empresa realmente sabe trabalhar com conteúdo de alta performance no marketing digital e não seja apenas mais uma “panfleteira de rede social”.

Marketing de conteúdo não é só sair publicando qualquer coisa sobre o segmento em diversos canais. Se você fizer isso, vai desperdiçar tempo e dinheiro, pois não terá bons resultados.

Bônus: 5 benefícios que o marketing de conteúdo trará à sua empresa

#1 Alto retorno com investimento baixo: Ainda que você contrate uma agência para gerenciar seu marketing de conteúdo, o investimento ainda será muito mais barato que outras formas de publicidade.

#2 Os clientes passam a procurar você, ao invés de você por eles: Seus clientes e potenciais clientes gostarão do seu conteúdo, isso os fará procurar por você, seguir sua marca nas redes sociais e até se inscrever para receber emails informativos da sua empresa.

#3 Mais autoridade no mercado e clientes mais confiantes: As pessoas passam a enxergar sua empresa como uma autoridade no mercado. Afinal, seu conteúdo tem ajudado muito, com informações valiosas, dicas e pequenas soluções.

#4 Aumento na visibilidade orgânica: Cada artigo postado em seu blog se torna um ativo para sua marca, depois de um tempo, você terá uma quantidade muito grande – e que continuará crescendo – de conteúdos espalhados pela internet, gerando cada vez mais tráfego para o seu site, sem a necessidade de gastar dinheiro com anúncios pagos.

#5 Seu site sempre atualizado e relevante: É claro que você não pode contar que a mesma pessoa acesse o site da sua empresa toda semana apenas para ler o mesmo texto institucional de sempre. Mas você pode atrair e prendê-la com artigos que sejam interessantes para ela, levando-a a acessar seu site constantemente, em busca de mais informações valiosas.

Marcas como Red Bull, Coca Cola, Lego e muitas outras já são ativas no marketing de conteúdo há tempos.

E apesar de tantas multinacionais investirem pesado nessa metodologia, não significa que um proprietário de um pequeno negócio também não possa se aventurar, atraindo e conquistando novos clientes através de conteúdo relevante.

No marketing de conteúdo, grandes e pequenos negócios podem competir em pé de igualdade. Afinal, o que lhe impede de criar um blog para sua empresa e começar a gerar artigos que interessem à sua audiência?

Deixe seu comentário

Veja Também

4 Formatos de conteúdo para atrair e conquistar de vez seus clientes
4 Formatos de conteúdo para atrair e conquistar de vez seus clientes

O conteúdo é o rei do marketing atualmente. Todo empreendedor ou gestor de marketing deve saber disso. E se você vai gerar seu conteúdo, lógico que precisa conhecer os melhores formatos para seu negócio.

Google Ads e Facebook/Instagram Ads: Qual deles é o melhor para anunciar seu negócio?
Google Ads e Facebook/Instagram Ads: Qual deles é o melhor para anunciar seu negócio?

Aprenda como funciona e o perfil do público que cada plataforma atinge e não tenha mais dúvidas na hora de decidir em qual apostar

Como criar um site ou blog de graça para sua empresa
Como criar um site ou blog de graça para sua empresa

Orçamento enxuto para marketing é uma realidade comum em diversos negócios. Pensando nisso, separamos algumas das melhores plataformas gratuitas para que você já comece a criar um para sua empresa

Não perca mais nenhum post

Cadastre-se para receber atualizações, artigos e dicas incríveis para o seu negócio diretamente em seu email